Textos


Tchau, 2018. Que venha 2019!

Último mês do ano: hora de colocar a vida e as emoções na balança e que grata satisfação, o saldo é positivo. 
Na minha reorganização 2018 está sendo melhor que o planejado - Amém -, tanto no plano pessoal quanto no material. Afastar-me de algumas pessoas ainda machuca, mas era preciso, pois minha vida além de haver dado um nó também girava em círculos ante suas presenças. Não nasci árvore, fincar raiz no que é ruim, nem pensar. 
Muito ainda a ser feito em prol do meu bem estar que outrora foi devastado por um tsunami de negações e negatividades, mas que de toda sorte serviu para chacoalhar a árvore da amizade e descartar os frutos podres. Adubar e adoçar os bons também, é verdade. 
Aos amigos de antes e que de 2012 até agora permanecem ao meu lado, obrigada sempre. E aos que foram sendo agregados no decorrer da (ainda) reconstrução, só peço que não reparem a bagunça, paciência que já já tudo volta a ser como antes de vocês me conhecerem. 
E Deus?! 
Ah, nunca se ausentou da minha vida. E falo da minha amada Santíssima Trindade, e de toda a sua legião de leais benfeitores. 
Sem Deus nada sou e aproveito o momento para pedir desculpas pelo sarcasmo, pela ironia, o humor negro, a língua ferina, as palavras cortantes que de uns tempos pra cá rondaram os nossos diálogos. Mas cá pra nós, Pai, Filho e Espírito Santo, quem melhor que Deus para conhecer a fundo esta filha que Vossas vontades deram ao Mundo... Ou não?! 
Deixa pra lá porque a hora é de comemorar e não polemizar. 
Quanto aos planos, projetos e metas para 2019, prossigo na mesma toada, a saber, equilíbrio pessoal e equilíbrio mental e equilíbrio material para enfim reconquistar a minha dileta serenidade. 
Muda o ano na folhinha mas o plano de vida não. 
E que tudo se realize no ano que vai nascer, muita saúde pro corpo, bem estar para dar e vender.

______________
Imagem by Google
 
Luana Sávia Aires
Enviado por Luana Sávia Aires em 05/12/2018
Alterado em 05/12/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários